Don't Cry.
Eu sou como um velho barco, que carrega no teu bojo o eterno ruído do mar batendo. No entanto, como está longe o mar e como é dura a terra sob mim. Felizes são os pássaros que chegam mais cedo que eu a suprema fraqueza, e voando caem, felizes e abençoados, nos parques onde a primavera é eterna!




















THEME ©